Dos terreiros de macumba para uma nova vida em Cristo

11/03/2014 21:22
E quase sempre eu via certas coisas que me deixavam assustados, como não entendia, muitas coisas iam acontecendo. Foi quando minha mãe conheceu o meu pai de criação, aí a minha vida mudou um pouco. O tempo foi passando.
 
Certa vez, minha prima que recebia uma entidade chamada ‘são jorge’, me disse que eu era filho dele e que queria me proteger, no momento fiquei sem saber o que fazer, mas aceitei e comecei a usar cordão que eles chamam de guia e fui instruído de não tirá-la para nada e assim o fiz.
 
No começo tudo parecia mágico, pois andar com aquilo parecia me fazer uma pessoa poderosa, pois quando andava na rua todos olhavam para aquele cordão.
 
O tempo foi passando e parecia que todas as coisas davam certo, “pura ilusão”. Foi quando conheci uma pessoa que dizia incorporar um espírito chamado ‘zé pilintra’ e me disse que qualquer problema comigo ele resolveria. Então conheci a mãe do meu filho e isto foi por intermédio dessa mesma pessoa que recebia esta entidade.
 
Certa vez fui convidado a participar de uma festa de povo cigano que aconteceria lá pra dentro de São João de Meriti. Acabei indo nesta festa que tinha de tudo, tudo o que não prestava. Ficamos ali a noite toda comendo bebendo e cantando, quando dei por mim o sol já estava nascendo, voltei para casa.
 
Fui convidado várias vezes para freqüentar a casa desta moça que recebia o tal do ‘Zé’. Acabei me envolvendo de tal maneira que eu já chamava a dona da casa de mãe, pois é assim que são chamadas as pessoas que cuidam das entidades.
 
Me envolvi também com a mãe do meu filho e fomos morar juntos. No começo, morava na casa de minha sogra, mas depois de um tempo tive que procurar uma casa. Com muito custo, consegui uma casa, não era bem uma casa, mas um kitnete por incrível que pareça a dona da casa era mãe de santo.
Certa vez, conversando com a proprietária da casa, ela me perguntou se eu poderia ajudá-la numa festa que teria em Abril, que seria a festa de São Jorge. Perguntei como poderia ajudar, e ela me disse que ajudaria muito se eu tocasse e cantasse na festa, mas eu disse que eu não sabia tocar nem cantar e rapidamente ela me disse que me ensinaria tudo. Então fui.
 
Marcamos um dia e fomos ao terreiro que ficava nos fundos da minha casa, primeiro ela me ensinou como tocar os chamados pontos, depois as cantigas e fiquei treinando durante quase um mês.
 
Chegado o dia da festa, todos os preparativos foram feitos e eu fui vestido como se deve ser, todo de branco. Começado a festa fui apresentado aos guias e se deu inicio na festividade.
 
Daquele dia em diante tudo mudou em minha vida, certas coisas aconteciam sem explicação e fui me enterrando cada vez mais. A mãe do meu filho não conseguia engravidar tentamos por várias vezes e nada acontecia, fizemos vários exames e tudo dava normal, tratamento atrás de tratamento e nada. Foi quando nossa senhoria disse que resolveria os nossos problemas, que tudo seria fácil de ser resolvido era somente oferecermos a Cosme e Damião uma oferenda. Não pensei duas vezes, compramos doces, balas, refrigerantes e tudo que ela nos pediu. Certo tempo depois cheguei do trabalho e tive a noticia que seria pai. Como estava cego e nas trevas ofereci mais coisas para as entidades. O tempo foi passando as festas foram acontecendo e eu sempre envolvido neste meio.
 
Mas algo errado estava acontecendo comigo, pois eu sentia mais prazer de ficar na rua do que em casa. Sempre saia com os colegas e deixava a esposa em casa grávida sem um pingo de atenção. Confesso que ganhei muito dinheiro, mas perdia na mesma proporção. Minha vida começou a se transformar num verdadeiro inferno, tudo começou a dar errado. Foi quando meu filho nasceu e tudo foi festa.
 
 
Fui instruído para apresentar meu filho a uma entidade chamada ‘erê’, pois me disseram que esta entidade protegeria meu filho. E assim foi feito.
 
O tempo foi passando e as coisas piorando até que me separei da mãe de meu filho e fui morar com minha mãe, mesmo assim os problemas continuaram, pois a mãe do meu filho só queria saber de ficar na farra e deixar meu filho na casa dos outros, foi quando eu não agüentei mais e resolvi pegá-lo para morar comigo. Daquele dia em diante resolvi largar tudo que tinha vivido e começar vida nova.
 
Pensei que fosse fácil, mas o inimigo cobrou e cobrou com juros. Quando meu filho tinha 4 anos, todo ano na festa de Cosme e Damião ele tinha uma febre que ninguém sabia de onde vinha e ficava muito ruim. Essa peleja durou um bom tempo.
 
Certa vez conversando com um amigo de trabalho, contei a ele meu problema e ele disse que conhecia alguém que resolveria o meu problema para sempre, foi quando ouvi falar de DEUS, o meu único e verdadeiro salvador.
 
Marcamos um dia e fomos na Igreja Batista de Madureira. Ele me apresentou ao Pr. Neilton e lhe contou o meu problema. O pastor disse que depois do culto conversaria comigo. Assisti ao culto, que por sinal foi algo maravilhoso. Em certo momento do culto o pastor perguntou quem gostaria de aceitar a Jesus como seu único e verdadeiro Salvador. Não pensei duas vezes, quando vi, já estava no púlpito de joelhos e clamando ao Senhor. Chegando ao final do culto o pastor me chamou em seu gabinete, e me perguntou se eu acreditava que meu filho já havia sido curado. Eu disse que sim.
 
Fui para casa pensando em tudo que tinha me acontecido e ao mesmo tempo preocupado, pois faltava 2 dias para festa de Cosme Damião. Chegado o dia da festa, sai para trabalhar e fui pensando no meu filho. Trabalhei num nervosismo só, mas para minha surpresa quando fui almoçar lá estava meu filho curado, sem febre em nome de Jesus. Glórias a Deus!
 
Tudo na minha vida mudou: freqüentava os cultos, estava indo muito bem, mas como diz a parábola do semeador: a semente caiu entre os espinhos e foi sufocada e acabei me afastando de DEUS. Porém, o Senhor tinha um plano na minha vida. Ele nunca me abandonou, mas permitiu que eu vivesse de tudo para me mostrar que só Ele é o Salvador.
 
Conheci uma pessoa que era cardecista, acabei me envolvendo e fomos morar juntos. Vivemos durante 10 anos. Neste tempo, me tornei um conhecedor da doutrina de Allan Kardec. Como DEUS é misericordioso, Ele tinha um plano na minha vida. Sabe por quê? Em todo lugar que eu estava sempre vinha um irmão da Igreja e me dava um folheto de evangelização, mas nunca dava atenção. Foi quando DEUS foi, mas fundo, e usou um colega de trabalho para falar comigo do amor de DEUS. Sempre que este colega falava da palavra de DEUS eu rebatia usando a doutrina de Kardec.
 
Nesta altura a convivência com minha parceira já não ia muito bem, e todo dia este colega de trabalho me falava da palavra de DEUS. Como “água mole em pedra dura” as suas palavras entraram em meu coração.
 
Foi quando resolvi dar um basta em tudo. Meu relacionamento com a mulher não estava bem, tudo parecia não dar certo. Então disse comigo mesmo que se realmente houvesse um DEUS, ele mudaria minha vida, e foi o que Ele fez.
 
Certa vez um amigo me chamou para almoçar em uma pensão onde ele costumava comer. Acabei indo e na terceira vez em que fui, conheci a dona da pensão. Ssabe quando você vê uma pessoa e sente algo diferente, pois foi o que aconteceu, veja como DEUS trabalha!.
 
Conhecemo-nos e conversamos bastante contei sobre mim e ela também me contou sobre ela. Parece que foi amor à primeira vista. Como minha união com minha parceira não ia bem resolvi dar um fim aquele relacionamento.
 
Fui conhecendo mais esta pessoa que DEUS colocou no meu caminho. Ela me disse que era evangélica e me contou um pouco sobre a sua Igreja: Nova Vida em Realengo. Rapidamente, me convidou para conhecer sua congregação. Marcamos um dia e fomos, chegando no dia do Culto, fui muito bem recebido.
 
Começamos a namorar, e continuei freqüentando a Igreja junto com ela, entreguei minha vida a Jesus, firmamos o namoro, noivamos, me batizei e finalmente casamos na presença do Senhor. Hoje, trabalhamos na obra de Deus em várias áreas e o Senhor tem sido gracioso para conosco, nos concedendo mais e mais da Sua Paz.
 
Vejam caros amigos, quando DEUS tem uma obra na nossa vida Ele faz acontecer, então não perca tempo “Entrega o teu caminho ao Senhor e o mais Ele fará.”
 
Louvado seja o Santo nome do Senhor.
 
Gilberto da Silva
Membro da INV Realengo

Newsletter

Assine a nossa newsletter:

Novidades

14/02/2017 18:00
Segue abaixo o cartaz do Congresso de Homens 2017 (caso deseje baixá-lo em PDF, clique aqui)
11/01/2017 09:12
Estão abertas as inscrições às 40 vagas do Curso de Formação Ministerial (limitadas ao sexo...
10/11/2016 11:44
Relatório da reunião do Conselho em 08/11/2016 Após o período de louvor, o Bp. Miguel Incutto...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>